Amaciamento de Cano

Amaciar o cano de uma arma com base na web conferência ou videoconferência com intuito educacional, promovida pela NRA – National Rifle Association ou Associação Nacional de Rifles.

Amaciar uma arma

De modo geral aqui no Brasil, raramente ouvimos falar sobre técnicas para amaciar o cano de uma arma. Ou melhor nem é comum o conceito de fazer ficar liso; abrandar, suavizar. Tal conceito, para nós está mais relacionado a motores.

O que significa “amaciar” o motor?

Hoje em dia o conceito de amaciar um motor não é tão “vital” como antigamente. O amaciamento era primordial para evitar a quebra dos componentes internos do motor. Agora devido as modernas técnicas e precisão na montagem; o amaciamento visa: economia e aumento da vida útil do maquinário.

Amaciar o motor nada mais é do que seguir algumas recomendações especificadas pelo fabricante do veículo a fim de garantir a devida acomodação das peças móveis do motor, aumentando assim seu desempenho, a economia de combustível e sua vida útil

Os motores de hoje realmente são fabricados com muito mais precisão do que no passado, mas isso não impede que eles ainda recebam das fábricas recomendações para obedecer a um período de “acomodação”.

Icut 300 GF – Máquina instalada na Fábrica da Taurus, de alta precisão para fabricação de peças para protótipos e matrizes de armas de fogo.

Por melhores que sejam os sistemas atuais de manufatura (tanto para motores como para armas), com acabamento a laser e usinagem de alta precisão e por menores que sejam as tolerâncias, todas as peças móveis precisam se conformar às outras. É um ajuste fino, que não prejudica o correto funcionamento, como era no passado, mas é melhor que ele seja feito.

Mas se entender, amaciamento como um assentamento das peças, ele continua a existir. E é até chamado de amaciamento nos manuais do proprietário de marcas, como Ford, Honda e Volks. O objetivo é o mesmo: assegurar o perfeito funcionamento dos sistemas e o mais importante, aumentar sua vida útil.

Esse é o conceito aqui abordado: proceder um assentamento da alma do cano. Tanto as armas de alma lisa como estriada.

Nota: muito embora alguns autores afirmam que não há necessidade de se proceder o amaciamento nas armas de alma lisa. Devido ao fato dos modernos cartuchos para espingardas e suas buchas plásticas pneumática, por si só já fariam este amaciamento. Mas o que todos concordam é que não há mal nenhum em fazê-lo em sua espingarda.

Uma questão de precisão e consistência

Atiradores esportivos, caçadores, militares, policiais…etc. Buscam a precisão máxima para uma vida útil estendida do seu equipamento, isso significa um cano com o mínimo de incrustação na sua luz ou alma.

Procedimento para o amaciamento

Muitos atiradores costumam realizar um procedimento conhecido como amaciamento do cano. Cada cano, não importando sua qualidade, acabamento e quão suavemente o furo ou parte interna do cano, tenha sido usinado, ainda contém imperfeições superficiais criadas durante o processo de perfuração, fresagem e escareamento. Nas armas de alma lisa e estriado.

O deslocamento do projétil ou projeteis, pelo furo, vai suavizar ou polir as imperfeições da superfície interna do cano.

No entanto, à medida que as imperfeições são suavizadas, pequenas quantidades de material da bala e ou bucha podem ficar presas sob elas, levando a um aumento de incrustações na alma.

Procedendo a limpeza inicial entre cada disparo e em seguida, entre cada grupo de dois, três, cinco ou mais disparos até que o processo seja concluído. Geralmente finalizando com 10 disparos, limpeza 10 disparos limpeza.

 

 

Esse procedimento de amaciamento produz um furo liso sem chumbo ou incrustações de revestimento incrustada no metal. Isso produz um cano que não vai sujar tão rapidamente entre as limpezas e que pode ser limpo com mais facilidade.

A execução do assentamento do cano é muito recomendável faze-lo em furos estriados. Porém não custa nada proceder com um cano de alma lisa.

Procedimento popular

Existem vários procedimentos diferentes para alisar um cano novo, muito embora a maioria deles use o mesmo processo básico. Um método popular é limpar completamente o cano entre cada um dos primeiros 15 a 25 tiros e a seguir, a cada dois ou três tiros nos próximos 10 tiros. Finalmente, vários disparos de cinco ou 10 tiros são disparados, com uma limpeza completa entre cada uma das sequências.

O amaciamento do cano é normalmente concluído em 50 ou menos tiros e geralmente é sinalizada por uma redução perceptível na incrustação durante a limpeza.

Conclusão

Não custa nada, aplicar tal procedimento em seu novo aparato. Uma garantia de maior precisão, consistência, aumento da vida útil e, de quebra, maior familiarização no manuseio, procedimento de limpeza e manutenção.

 

 

Armas de fogo são equipamentos que não podem falhar; cuide como deve ser feito, sempre!